Imagem: Alex de Jesus

Tragédia de Mariana: Justiça inicia interrogatório dos acusados

O Ministério Público Federal (MPF) deu início ontem (06) ao interrogatório dos acusados do processo criminal relacionado ao rompimento da barragem de Fundão, da Samarco, em Mariana, que aconteceu em 5 de novembro de 2015.


Ao todo, sete pessoas físicas e quatro pessoas jurídicas serão ouvidas nos dias 6, 7, 8, 9 e 13 de novembro. As oitivas estão sendo conduzidas na subseção da Justiça Federal em Ponte Nova, na Zona da Mata. O primeiro réu interrogado foi o engenheiro Germano Lopes, que, na época da tragédia, era gerente operacional da Samarco. O interrogatório teve início na tarde de ontem (6), às 13h, e durou aproximadamente 4 horas. 


Nesta terça-feira (7), a partir das 10h, serão interrogados os gerentes operacionais da Samarco em 2015, Daviely Rodrigues Silva e Wagner Milagres Alves. 


Amanhã (8), também a partir das 10h, serão ouvidos Kleber Terra, diretor de operações e infraestrutura da Samarco, e Ricardo Vescovi de Aragão, então diretor-presidente. 


Na quinta-feira (9), prestarão depoimento os representantes das mineradoras BHP Billiton e Vale S.A, também às 10h. Na próxima segunda-feira (13), a partir das 10h, será a vez da Samarco. Às 13h, serão ouvidos Paulo Roberto Bandeira, representante da Vale na Governança da Samarco, Samuel Santana Paes Loures, engenheiro da consultoria VogBR, e a própria VogBR. Juntos, os réus respondem por dez crimes ambientais, inundação qualificada e desabamento. 



Acesse o áudio


Por: Michelle Schiavoni

Outras Notícias

Moradores de Padre Viegas reclamam de fumaça provocada por carvoaria na região

Durante esta semana, a Mariana FM recebeu uma denúncia de um grupo de moradores do distrito de Padre Viegas, em Maria...

Tragédia de Mariana: Atingidos pedem 18 bilhões em indenizações às mineradoras em nova ação na justiça holandesa

Os atingidos pelo trágico rompimento da barragem de Fundão em Mariana, ocorrido em 2015, estão buscando justiça na Ho...

Atingidos da Samarco podem se inscrever até 1º março em novo processo judicial contra mineradoras

Os atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão podem se inscrever até o dia 1º de março em um novo processo contr...

Ação Civil Pública solicita devolução de R$3.709.000,00 de Juliano Duarte, ex-procurador-geral do município e advocacia aos cofres públicos de Mariana

*MATÉRIA ATUALIZADA:* O vereador Juliano Duarte entrou em contato com a Mariana FM e informou que não foi repassado a...

Ouro Preto: Justiça libera Carnaval na Praça Tiradentes

Após tantas incertezas em torno da realização do Carnaval na Praça Tiradentes, em Ouro Preto, a Justiça Federal atend...

Associação dos Barraqueiros promove protesto para que o Carnaval de Ouro Preto aconteça na Praça Tiradentes

A Associação dos Barraqueiros de Ouro Preto, conduziu um protesto na noite de ontem (6), na Praça Tiradentes, com a e...